Esse estrangeirismo pagão

 

Já tão estrangeiro dessas terras cristãs,
Já tão pagão, desses ritos de salvação e condenação,
Que sei de toda a arte de forjar contentas,
Em frágeis esculturas de santos e demônios,
À métrica dos dramas da vontade de suas almas imortais,
E fórmulas do querer,
As orquídeas de suas estufas,
As aves de seus viveiros,
Infernos e paraísos de além-mundo,
E depois, o tanto quanto louvam,
Ao transgredir as pequenas normas e tradições do viver,
A liberação para desejar, o seu livre-arbítrio,
Que sei eu do deus e do diabo dessas conversas,
O quão bárbaro e jovial soa toda pequenina fome de poderes,
Já tão apostrofo para consumir a carne desse deus,
Sob concretude de seus templos, as vergas de aço de um indivisível sujeito,
Se a bussola de toda ânsia aponta para o devir,
Todo sonho é uma nascente, e estuário, jorra do ventre firme da terra,
Através do diverso, navegar ao ritmo de todas as ondas e mares,
E nada de extraordinário há nisso,
Além da própria grandeza ínfima de cada coisa,
Dançar atroz ou calmo a lira da ordinária alma mortal,
E recaio sobre mim todas as dores e prazeres que me ousam,
Me transformam, quase dilacerando as fibras da permanência,
Como a dança típica da terra natal,
E como flama incandescente do sentido,
Se heroicos, os feitos ficam postos nesta mesa,
Na poética linguagem do mais íntimo,
E comem e bebem desta narrativa os amigos, a seu bel-prazer,
Como uma hospedaria em lugares distantes,
Como uma estrela-guia nos oceanos de além,
Entregamos-nos nus aos braços do acaso,
Grandiosas todas as dádivas com que os deuses nos devoram.

2 comentários sobre “Esse estrangeirismo pagão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s